Conectar-se
Dezembro 2017
SegTerQuaQuiSexSabDom
    123
45678910
11121314151617
18192021222324
25262728293031

Calendário


Compartilhe
Ver o tópico anteriorIr em baixoVer o tópico seguinte
avatar
Novato
Novato
Mensagens : 5
Data de inscrição : 20/03/2010
Idade : 25
Localização : Porto Alegre/RS
Ver perfil do usuáriohttp://digital-gate.blogspot.com/

[One-Shot] A Conquista pelo amor de Ryo!

em Sex Mar 26, 2010 1:49 pm
Antes de tudo, isso foi inspirado em um RPG RÂNDOMICO (Crossover de Digimon com Naruto...) com meu melhor amigo XD
E eu passei a quinta INTEIRA escrevendo isso. Also, é minha primeira fic de Digimon o.o"

Resumo: Rubi tenta conquistar o Ryo, porém ela fica meio "louca" e espanta o coitado. Nessas atitudes ela pensa até em se matar (que é a parte mais bizarra que aconteceu no RPG), mas é só uma encenação dela. Como suas tentativas mostraram que ela estava fazendo aquilo pra chamar a atenção, Ryo a ignora e vai embora. Logo após, Nina e Daisuke acabam tendo um problema parecido, mas se resolvem logo. Rubi aparece choramingando e Ni, que é a melhor amiga da garota há anos, resolve ajudá-la a conquistar Ryo. Nisso implora a ajuda de Daisuke, enquanto Bunnymon pede a ajuda de V-mon. Os meninos, vendo as meninas com aquela clássica carinha de gatinho, resolvem ajudá-las.

O estilo dela é rpg-like, já que usa várias falas do próprio (É, eu fui lá no histórico do MSN e copiei boa parte das falas... Até a parte que a Nina tem um plano. Depois disso... é tudo idéia minha).

AVISO: Esse one-shot é TOTALMENTE insano. Recomendado para maiores de 12 anos.
Tema - comédia romântica (ok... eu nunca imaginei que faria algo do tipo XD).

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Era um dia comum, um dia bom até.
...
Não tão bom para uma pessoa.

- Ah, eu o quero pra mim!!
- Rubi... -suspira- Você tem que parar com esse seu drama!!
Rubi: RYO, SEU INSENSÍVEL!!
Ryo: -olhando para a menina- Ahn?
Rubi: EU TE AMO TANTO, TANTO! MAS VOCÊ NÃO LIGA PRA MIM!! EU NÃO ACREDITO NISSO!! OH COMO VOCÊ É INSENSÍVEL!!
Monodramon: Essa doida tá na nossa cola faz duas horas!!
Ryo: ... -gota-
Monodramon: Se você me deixasse lutar eu a botaria pra correr!!
Rubi: ... -olhar psicopata para Monodramon-
- Monodramon... fuja -gota-
Monodramon: Nada disso, Sapphmon... Eu nunca fujo!
Rubi: O QUE VOCÊ DISSE?! -saca uma foice-
Monodramon: Eu nunca fujo.
Sapphmon: AGORA ENTENDO PORQUE NINGUÉM TE NAMORA!! -espantada-
Ryo: -sai correndo e leva Monodramon-

Monodramon: EI!!
Ryo: Tá louco? Aquilo é a maldição em pessoa!
Monodramon: Tanto faz, eu ia vencer mesmo.
Ryo: Você ia morrer!! Não viu aquela foice?!
Monodramon: Eu como foices no café da manhã.

Rubi: ... Eu vou me matar. -frustrada-
Sapphmon: Ah não, não diz isso!!

Nesse instante, Ryo e Monodramon voltam para verificar se Rubi havia se acalmado. Começam a observar a cena ao longe.

Rubi: NÃO TENHO MAIS MOTIVOS PRA VIVER!! -pega uma corda e o microfone dela- ADEUS MUNDO CRUEL!!
Sapphmon: AAAH, RUBI!! NÃO FAÇA ISSO, PELO AMOR AO QUINGLONGMON!!
Rubi: -amarra a corda no pescoço do microfone e o enforca. A cabeça do mesmo cai no chão- Pronto... Acabei com minha vida.. esse microfone era tudo o que eu tinha... -deita no chão- Agora esperarei o fim da minha...
Sapphmon: AAAAAAAAAAH!! RUBI!! RUBI!! -olhando para a menina atirada no chão- ELA MORREU, NÃO!! -chora-

Ryo: ...
Monodramon: ...

Sapphmon: -percebe-os e olha para eles- ELA MORREU!! -continua chorando-
Monodramon: Ela não morreu. -gota-
Ryo: Aquele microfone foi cortado..
Sapphmon: RUBI MORREU, ELA SE MATOU PORQUE A PESSOA QUE ELA AMOU A VIDA INTEIRA NÃO LIGOU PRO AMOR DELA!
Monodramon: Ela não morreu.
Ryo: ...
Sapphmon: ELA MORREU!! E AGORA?? EU A ESPEREI POR TANTO TEMPO!! O QUE SERÁ DE MIM SEM MINHA PARCEIRA?!
Rubi: ..... -se levanta e sai de "cena", sem que Sapphmon percebesse-
Ryo/Monodramon: Isso tá virando um teatro... -gota-

Rubi: Quer saber? Chega. Cansei de morrer de amores pelos meninos e eles não ligarem pra mim.

Sapphmon: AAAAAAAAAH, EU ESTOU SOZINHA NO DIGITAL WORLD!! EU A DEIXEI MORRER, NÃO FUI UMA BOA PARCEIRA!!! PERDOE-ME, RUBI-CHAN!! -chorando ainda-
Ryo: Ok, você ou eu vai lá explicar a ela?
Monodramon: Eu voto em você.
Ryo: ... E eu em você. Empate.
Sapphmon: -aponta pra eles- VOCÊS... A FIZERAM COMETER ESSE ATO CRUEL!!
Monodramon: Ela não morreu -gota-
Sapphmon: -olha pra onde Rubi estava- AAAH!! O CORPO DELA SUMIU!! AGORA NÃO TENHO MAIS COMO TENTAR TRAZÊ-LA DE VOLTA!! -chora-
Ryo: -olha pra Monodramon- Erm... vai você.
Monodramon: Não. E ainda não sei quem é a mais dramática... A garota ou a parceira -gota-

Rubi volta, dá um tapa forte na cara de Ryo, Monodramon e Sapphmon.

Rubi: Cansei de você!! Idolatrei-te demais!!
Ryo: O que eu fiz agora?!
Rubi: "Oh Ryo Akiyama, Lendário Domador, como você é bravo e destemido" -ar de deboche-
Sapphmon: O FANTASMA!! -surpresa-
Rubi: EU NÃO MORRI. -gota-
Sapphmon: Você tá viva??
Rubi: Eu não me matei, Sapphmon. -gota- Eu não sou louca de chegar a esse ponto.
Ryo: ... Você é mimada demais. Fica querendo se matar se não te dão atenção. -sai andando, Monodramon vai junto-
Rubi: ............ Eu vou me matar...
Sapphmon: AH NÃO, DE NOVO NÃO!!
Rubi: -saca outro microfone, arranca a cabeça do mesmo- Pronto.
Sapphmon: AAAAAAAAH!!

Ryo: -Parou e viu a cena- ... -gota-
Monodramon: Eu é que não quero ver ela se matando. Tô fora. -continua andando, Ryo o segue-

Sapphmon: Você tem que parar com isso, ou dessa forma ninguém vai se aproximar de você, Rubi-chan...
Rubi: Peraí, esse não era o problema da Nina?
Sapphmon: ... Era, né? Mas ela tomou juízo e passou a ser menos dramática.
Rubi: ... -olhando pra onde Ryo estava- Perdi tudo!! Eu o perdi!! Eu quero me--
Sapphmon: -facepalm- Não, não vamos começar com isso outra vez...

Em outra parte...
Nina passava por uma situação parecida. Ela e Bunnymon estavam procurando por Daisuke e V-mon faz horas. Até que a menina começou a pensar que ele estava com Hikari e passou a sentir ciúmes. "O QUE ELA TEM QUE EU NÃO TENHO?!", dizia a menina o tempo inteiro. Enquanto Bunnymon, que nem sempre é tão companheira assim, debochava dizendo: "Ela sabe dançar, é simpática e é irmã do ídolo de Daisuke", mas não fazia por mal. Ela gostava de brincar com a menina... Se bem que isso não era muito uma boa brincadeira.
Depois de procurarem por quase todo o Digital World, elas o encontram... treinando. Nina não sabia disso e o chama de insensível, e o menino não compreende nada. Depois disso ela pergunta o que ele estava fazendo e por que havia desaparecido. Antes mesmo que Daisuke pudesse explicar para a menina, Nina desfere um tapa nele e depois sai correndo, chateada e ainda achando que ele estava com a Hikari. Bunnymon sugere que Daisuke vá atrás dela e resolva a confusão toda, porém V-mon acha que ele deve esperar ela se acalmar antes. Mas não passa um segundo e Nina passa por eles, dizendo que ia embora, que tinha perdido o amor de Daisuke e que não queria mais ficar lá. Daisuke, que não teve nem tempo de explicar resolve sair. A menina percebe e começa a se chamar de burra, idiota... ofendendo a si mesma.
"Perdi o amor do Daisuke, ele me odeia!!", choramingava Ni. Bunnymon ficou com TANTA raiva dessa confusão toda que...

Bunnymon: PLASMA BUBBLE!! -lança uma bolha de plasma, que prende Daisuke e o trás de volta-
Ni: Ele me odeia... Aaah, perdi ele pra sempre -sigh-
Bunnymon: -olha pra Daisuke, séria- Eu não quero ver a Ni-chan assim, então resolvam isso LOGO.
V-mon: ... -olhando pra Bunnymon, com um pouco de medo-
Ni: Ele me odeia... Perdi o amor do Dai-chan...
Bunnymon: PARA COM ISSO!! -a prende dentro da bolha- Vamos, resolvam isso. -bufa-

Passa algumas horas, e nada. Bunnymon até sacode a bolha. Mas nada acontece.

Bunnymon: Ela continua "emo"?
Ni: -desenhando algo no caderno, mas não dá pra ver direito- ...
V-mon: -só olhando a situação, sem pronunciar palavra alguma-
Ni: -risca um traço na bolha (WTF?)- Droga, fui presa aqui não sei quando..
V-mon: -olha pra Bunnymon- Ela tá bem?
Bunnymon: Depois desse drama todo... ela deve ter pirado de vez.
V-mon: E tem remédio?
Bunnymon: -aponta pra Daisuke- Se ele cooperar as coisas mudam.
V-mon: Então a cura é ele?
Bunnymon: É.
V-mon: Hm...
Ni: -continua desenhando. Dessa vez Bunnymon consegue ver o que estava no papel-
Bunnymon: ... Ni, por que você tá desenhando o Ryo fazendo ballet? -confusa-
Ni: ... SUA BISBILHOTEIRA!! -gota- Ah, tá bonitinho vai... -mostra o desenho-
Bunnymon: Mas por que tá fazendo isso??
Ni: Se eu desenhasse o Ken, a Miyako me matava. Se eu desenhasse o Dai-chan, EU me matava. Se eu desenhasse o Takeru, O IRMÃO DELE ME MATAVA. Se eu desenhasse o Hattori, ELE me matava.
Bunnymon: -olhando o desenho melhor- E por que você fez o Spark junto? -confusa-
Ni: Porque o Spark manja!
V-mon: -facepalm-
Bunnymon: ... Pfff -segura o riso-
Ni: Ah, ele nem vai perceber.
Bunnymon: ... Vocês querem se resolver logo?
Ni: Se resolver?
Bunnymon: Olha quem é o teu companheiro de "cela".
Ni: .......... Acabou tudo, eu perdi o amor do Dai-chan... -abaixa a cabeça, choramingando-
Bunnymon: ..................... Tô vendo que você não percebeu nada. -facepalm-
Ni: Ele me odeia...
Bunnymon: ELE NÃO TE ODEIA!!
Ni: Idaí? Ele me odeia, quer a Hikari e eu tou aqui como um nada! -bufa, chateada-
Bunnymon: ...
Ni: Afinal, o que ela tem que eu não tenho?!
Daisuke: -cochilando- só mais 5 minu... -acorda- ..??
V-mon: Bom, ela dança, ela é simpática e o irmão dela é o líder dos veteranos.
Ni: Eu não sei dançar, eu sou tímida e eu não tenho irmãos... Sou um nada pra ele -sigh-
Bunnymon: -olha pra Daisuke, perdendo a paciência com o drama da menina- DAI-CHAN, PELO AMOR AO QUINGLONGMON, FAZ ELA PARAR COM ESSE DRAMA!!
Daisuke: -confuso, olha pra Nina- Ni, não fique assim... Acho que foi tudo um mal entendido.. -gota-
Ni: Estou ouvindo coisas de novo... É como se o Dai-chan estivesse aqui e falando comigo...
Bunnymon: Não, você tem que ver... como que era aquela frase mesmo??
Ni: .... Além do que vê?
Bunnymon: É, isso.
Ni: .......... Ah tá, é como se eu olhasse pra frente e o Dai-chan estivesse aqui -olha pra frente e vê Daisuke- .............. D-Daisuke??
Bunnymon: Você não me ouve e aí dá nisso. -sigh-

Daisuke apenas dá um sorriso tímido e coloca as mãos atrás da cabeça.

Ni: ................... Você não me odeia e não quer a Hikari?
Bunnymon: ANDA LOGO, SEUS POMBINHOS ALIENADOS!
Daisuke: ..da onde você tirou isso?..
Ni: Eu sei muito bem que você gostava da srta. Yagami.. -bufa, chateada-
Bunnymon: E ele sabe que você já gostou do Ryo. -ri-
Ni: Que seja, eu não vou ligar pra sua rejeição! -abaixa a cabeça, meio deprimida- Eu irei ser forte!
Bunnymon: DAISUKE, POR FAVOR, FAZ ELA PARAR COM ISSO ANTES QUE EU BATA NELA!! -irritada com a atitude da parceira-
Daisuke: Não estou te rejeitando -sorri- E não me lembro da onde você tirou essa idéia... -gota-
Ni: Não? Então por que você se escondeu de mim?
Bunnymon: Ela tá apaixonada por você, tolo! -gota-
Daisuke: Eu não estava me escondendo... só estava no meu treino..
Ni: Tá treinando pra que? -olha pra ele-
Bunnymon: Pra vencer o Ryo e te conquistar, AAAH VAI DIZER QUE NÃO É?
Ni: -corada- Bunni... -gota-
Daisuke: -corado- Erm..
Ni: ... -volta à atenção para o desenho- Acho que vou pintar a roupa de bailarina do Ryo de Vermelho!
Bunnymon: Vai? -olhando pra Nina-
Ni: -mostra o desenho pra Daisuke- Ele não ficou uma gracinha?
Daisuke: Haha! Ele tinha que ver isso! -rindo do desenho-
Ni: Não sei que cor pintar, rosa ou vermelho?
Bunnymon: ... É, vocês dois se combinam -gota-
Ni: Desenharia o Ken também... mas a Miyako me mataria. Ah, por favor não conte ao Ryo e ao Spark que eu desenhei isto... ELES ME MATAM SE DESCOBRIREM!! -gota-

De repente, Rubi aparece. Senta no chão, encostando-se à bolha, e começa a chorar. Sapphmon para ao seu lado e tenta consolar a menina.

Rubi: ELE ME ODEIA, E EU SOU A CULPADA DISSO!!
Sapphmon: Calma, Rubi... Vai aparecer o cara que te amará...
Rubi: Quem dera saber como conquistar o Ryo-kun agora... -sigh-
Sapphmon: Você vai conseguir!!

Nina percebe a amiga e olha a cena. Fica com pena da garota.

Ni: Tadinha da Rubi... Parece que ela perdeu o Ryo.
Bunnymon: -pensa: Eu acho que ela o espantou, isso sim...-
Ni: -olha para Daisuke- Acho que seria uma boa dar uma forcinha pra ela, né?
Daisuke: Hm... eu não sou muito bom nisso, mas...
Bunnymon: Da última vez que você deu uma de Cupido... -começa a cantar a música do Homem Macaco-
Ni: ... NEM ME LEMBRE DISSO!!
Bunnymon: -imita Nina- OMG, BUNNI, CORRE! É O HOMEM MACACO CORRENDO ATRÁS DE MIM!!
Ni: ........ TÁ BOM!!
Bunnymon: Mas, não posso negar, eu e o V-mon somos verdadeiros mestres em unir pares! -estufa o peito-
Ni: ... É mesmo?
Bunnymon: Então NÓS vamos ajudar, não é, Vee?
Ni: ...
V-mon: Heheh. -Estufa o peito também-

Rubi: -pega uma flor e começa a tirar as pétalas- Ele me ama -tira outra- Ele não me ama... -tira mais uma- Ele me ama...

Ni: Então tá, dupla de cupidos, qual o plano?
Bunnymon: ........ Ahn....... -olha pra V-mon- Qual o plano?
V-mon: -pensativo- Eu estou tentando achar algo mas... não lembro muito sobre ele..
Ni: Hm... quem?
Bunnymon: Ele quem?
V-mon: Ué.. a quem estão tentando unir com ela?
Sapphmon: -ouve a conversa toda e se intromete- ... Ryo
V-mon: Então. ..não lembro muito sobre ele...
Bunnymon: É nessas horas que eu queria que a ajuda caísse do céu -sigh-
Sapphmon: -Olha pra cima-
Ni: -comenta com todos- Eu tenho medo quando ela diz essas coisas -gota-
V-mon: E quem poderia cair do céu?

Então... Uma maçã cai na cabeça de V-mon.... Do nada.

V-mon: Outch!!
Ni: ..................
Bunnymon: .................
Sapphmon: ... Uma maçã? -confusa-
Ni/Bunnymon: MAÇÃ DO AMOR! -olhos brilhando, imaginam o tal doce-
V-mon: Parece boa...! -olha para Bunnymon e Nina, confuso-
Ni: ... Vai me dizer que no Japão não existe esse doce -gota-
Bunnymon: É tão gostoso -olhos brilhando, ainda imaginando o doce-
Sapphmon: Você vai comer isso sem saber se é uma maçã mesmo?? -desconfiada-
V-mon: Queria saber se essa maçã realmente surgiu do céu.. -gota-
Ni: ........AH ISSO ME FEZ LEMBRAR DE UM CONTO INFANTIL!
Todos: Conto infantil??
Ni: Sim, Branca de Neve e os Sete Anões!
Bunnymon: ... Nunca ouvi -olhando Nina-
Rubi: -se intromete no assunto- Desculpem... Mas do que vocês estão falando?
Daisuke: A Ni-chan quer te ajudar a conquistar o Ryo, só isso.
Rubi: ... -começa a chorar, mas de felicidade- S-sério??
V-mon: É, e nós vamos te ajudar, Rubi!
Ni: Hohoho, eu acabei de ter uma idéia pra conquistar o Akiyama-kun. -ergue a mão direita para o alto, sorrindo-
Bunnymon: Essa expressão... Estou com medo de ouvir o seu plano...
Daisuke: Qual foi a idéia, Ni?
Ni: Bom, como no conto, Branca de Neve come uma maçã envenenada que foi dada pela Madastra Malvada e ela cai em um sono profundo. Mas acorda graças ao beijo do Príncipe Encantado.
Bunnymon: Ahn...
V-mon: -confuso-
Sapphmon: -volta a olhar pra Rubi, preocupada- Vocês não vão envenenar a Rubi-chan, né?
Daisuke: Ni... Vá direto ao ponto, antes que todo mundo aqui fique confuso -gota-
Ni: AHEM, resumindo e simplificando... Vamos dizer ao Ryo que a Rubi comeu uma maçã envenenada por algum cara mau e que ela caiu em um sono profundo e que só com um beijo ela irá acordar.
Bunnymon: Ok... A parte difícil é CONVENCER o Ryo-chan... Acha que ele vai cair num conto desses?
Ni: Esqueceu com quem vocês estão falando? Nina Geijutsushi, a garota que sabe fazer planos perfeitos!!
Bunnymon: Só se for plano de seus desenhos... Os demais... -lembrando com a mesma música-
Ni: ... OK, OK... Mas eu tive uma idéia, não tive? Tem algum problema em tentar pelo menos?
Daisuke: É, pelo menos ela teve uma idéia... Não vejo nenhum problema em tentar...
Rubi: Idem.
Sapphmon: Ma-mas... vocês vão envenenar a Rubi?!
Bunnymon: Não, Sapphmon... Eles querem fazer o Ryo acreditar que ela foi envenenada. Mas se é assim... Teríamos que ter alguém que realmente fizesse o Ryo acreditar nessa história...
Ni: Para isso, pensei em que o nosso bravo herói encontrasse com o vilão. Mas antes disso, alguém levaria a notícia de que a Rubi foi envenenada por uma maçã.
Sapphmon: Ela só vai fingir que está envenenada?
Rubi: Hm, gostei do plano... -sorri-
Daisuke: Então quem é que vai fazer isso, Ni?
Ni: Não sei... Eu não sirvo pra bancar a bruxa má... Rubi é minha melhor amiga... Eu não faria isso com ela...
Sapphmon: Nem eu, eu sou a parceira dela.
Bunnymon: E eu conheço a Rubi e ela se tornou minha amiga também.
V-mon: ... Daisuke, acho que sobrou pra nós... -gota-
Daisuke: Você ainda acha? Por que eu fui perguntar? -facepalm-
Ni: Ah, não esquenta... A chance de tudo sair errado é uma em um milhão.
Bunnymon: Ou seja, a Chance de dar certo é 00000000000000000000000000000,1%.
Ni: -soca Bunnymon na cabeça- EU ESTOU TENTANDO AJUDAR MINHA MELHOR AMIGA, OK??
Bunnymon: Ack!! Gomenasai, Ni-chan!! -coloca a mão onde Ni bateu, expressando dor-
Rubi: Daisuke-kun... -olhinhos brilhando- Onegai... Me ajude... Ryo-chan é tudo pra mim...
Ni: Dai-chan -olhinhos brilhando- Onegai... Rubi-chan é minha melhor amiga desde o Jardim de infância..
Bunnymon/Sapphmon: -olhinhos brilhando- V-mon... onegai... Ajuda a gente...
Daisuke/V-mon: ...... Ahn... -olhando sem jeito para as meninas- Tá bom...
Ni: -Abraça Daisuke- Obrigada, Dai-chan!!
Bunnymon: -Faz o mesmo com V-mon- Obrigada mesmo, meninos!!~
Rubi: Mas Ni... Não fica estranho isso não?
Sapphmon: É, quais seriam os motivos pro Daisuke ou V-mon fazerem isso com a Rubi?
Bunnymon: Outro problema... Ryo-chan não vai engolir essa... Tá na cara que vocês dois aí se amam.
Ni: ...... -olha nos olhos de Daisuke e vice-versa- Erm... -corada-
Daisuke: -corado- ... E-e o que isso t-tem a ver, Bunnymon??
Bunnymon: Pensa bem. Se você fosse o Ryo... Não estranharia que o Dai-chan, que parece ter criado rivalidade contigo por causa da Ni-chan que já se apaixonou por você antes... envenenaria a melhor amiga dela assim... "Puf", do nada?!
Daisuke: É, ia estranhar mesmo...
Ni: Droga, eu esqueci desse detalhe.
Daisuke: Hm...
V-mon: E se não fosse o Daisuke? E se fosse outra pessoa?
Bunnymon: Ah claro, quem mais iria topar participar desse plano maluco? Miyako? Ken-chan? -gota-
Rubi: Ok, está tudo perdido pra mim!! -chora-
Sapphmon: Ah, não fica assim!! Nós vamos conseguir, Rubi-chan...
Ni: Só eu consegui entender o que o V-mon tentou dizer?
Daisuke: Mas o Ryo é esperto demais, ele vai descobrir tudo se não for bem pensado.
Bunnymon: Ahh, entendi... Dai-chan não seria Dai-chan, fingiria ser outra pessoa?
V-mon: Isso -sorri- E eu iria chamar a atenção do Ryo.
Ni: Nesse caso... Não tem falhas, só pequenos errinhos que dá pra arrumar -sorri-
Rubi: Isso significa que há uma esperança? -olhos brilhando, esperançosa-
Sapphmon: Viu só, Rubi-chan?? -sorrindo-
Bunnymon: Heh, tinha que ser o Vee pra fazer milagres -ri-
V-mon: Ora, eu só estou querendo ajudar, Bunnymon. Afinal quem uniu esses dois aí? -apontando pra Ni e Daisuke, que ainda estavam abraçados-
Bunnymon: Nós dois, Vee. Nós dois -ri ao ver os parceiros ainda abraçados-
Ni/Daisuke: O que tem tanta gra-- -percebem que ainda estão abraçados. Se soltam e ficar corados, viram o rosto para o lado oposto do outro-
Bunnymon/V-mon: -rindo-
Rubi: Bom, pelo menos a Ni-chan tem um par... Eu ninguém...
Sapphmon: Nada disso, você terá o seu Ryo, nem que eu tenha que dar um jeito de fazê-lo acreditar nisso tudo!!

Então, com o plano bem planejado, Daisuke, Nina, Rubi e seus parceiros o colocaram em ação. Mas como Ryo é esperto, não pode haver FALHA alguma. Caso contrário tudo iria por água a baixo.

Ryo e Monodramon estavam andando calmamente quando...

- RYOOOOOOOOOOOOOOOOOO!!
Ryo: ? -se vira e vê uma silhueta familiar- V-mon??
Monodramon: -se vira- O que houve?
V-mon: -para, acompanhado de Sapphmon- RYO, ACONTECEU ALGO TERRÍVEL! -nervoso-
Ryo: O que foi?? Por que você está nesse estado??
Sapphmon: A Rubi-chan foi... atacada por um estranho!! Ela foi envenenada!
Monodramon: C-como?! -surpreso- Envenenada?!
Ryo: Esperaí, ela não tentou se matar outra vez, né?
Sapphmon: Não!! Ela não iria fazer uma coisa dessas!
V-mon: Daisuke e eu vimos tudo!
Monodramon: Hm...
Ryo: O que viram? Me conte tudo.
V-mon: Nós estávamos treinando quando...

-Efeito de flashback (lol)-

Daisuke: Essa foi boa, V-mon!
V-mon: -percebe algo se movendo ao longe- Daisuke... Eu acho que vi alguma coisa...
Daisuke: Ahn? Não foi sua imaginação? -olhando para o parceiro-
V-mon: Ali!! Foi naquela direção -aponta, logo Daisuke e ele vêem um vulto preto indo até uma pessoa-
Daisuke: Ei, aquela ali não é a Rubi?
V-mon: A amiga da Nina? -olhando- Vamos chegar mais perto... Estou com um mau pressentimento..
Daisuke: Idem, V-mon.

Os dois se aproximam lentamente e se escondem em uma moita, a estranha sombra toma a forma de alguém familiar a eles. Continuam a observar os acontecimentos em silêncio, escondidos.

Daisuke: A-aquela coisa...
V-mon: Se transformou na Ni?! Hein?!
Daisuke: Tá oferecendo algo pra Rubi...-observando- V-mon, você tinha razão.
V-mon: Daisuke... A R-Rubi... -espantado-
Daisuke: Eu vi! Vamos, V-mon!!

Os dois saltam da moita e correm até as meninas. Daisuke ordena que V-mon vá até Rubi e Sapphmon, descubra o que aconteceu e depois procure por ajuda enquanto ele segue a estranha criatura. Logo após a ordem, ele sai atrás da sombra, que fugiu assim que os viu, enquanto V-mon faz exatamente o que o parceiro pediu.
Sapphmon, aos prantos, explica o que aconteceu a ele: "Uma criatura tomou a forma da Ni-chan e ofereceu uma maça para Rubi. Ela não desconfiou e nem percebeu que sua 'amiga' não dirigiu palavra alguma, apenas esticou a mão e lhe entregou uma maçã. E como Rubi-chan estava com fome, não pensou duas vezes e mordeu a maçã. Logo depois da mordida, a 'Nina' pegou a maçã das mãos de Rubi e viu a menina desmaiar."

Nesse instante, Nina e Bunnymon, que estavam procurando por Daisuke e V-mon aparecem e os dois digimons explicam o ocorrido. Bunnymon diz então que elas ficariam protegendo Rubi enquanto eles fossem buscar ajuda.

-Fim do flashback-

V-mon: ...e foi isso que aconteceu, Ryo.
Ryo: Mas eu não entendo... Como um digimon do mal poderia ter feito isso assim tão de repente?
Monodramon: Aí tem coisa, Ryo...
Sapphmon: Mas eu vi com os meus próprios olhos!!
Ryo: Bem... Ela precisa de ajuda... Mas se ela foi envenenada..
V-mon: Daisuke foi atrás dele.
Monodramon: E deixou ele ir sozinho?! Poderia ter acontecido algo com ele!!
V-mon: Daisuke é forte, ok? Ele no mínimo já o derrotou e está trazendo a cura pra Rubi. -cruza os braços, chateado com o comentário de Monodramon-
Sapphmon: Gente, minha parceira tá em apuros e vocês só pensam nisso?! E se o Daisuke foi capturado por ele?!

Eis então, que se ouve uma risada maléfica. Todos olham para onde tinha vindo o som e vêem uma sombra...

Sapphmon: Hein??
Ryo: -olha, sério- Quem é você??
- Hmpf. Como ousa falar assim comigo? -com um tom semelhante ao do Digimon Kaiser, encara Ryo-
V-mon: Essa voz... ela parece familiar para mim..
Monodramon: Claro, é o Daisuke... Mas por que é que ele tá falando como e usando uma capa parecida com a do Digimon Kaiser? -confuso, olhando para o garoto-
Ryo: Mas... ele não tinha ido atrás da sombra?? -olha para V-mon e Sapphmon-
V-mon: Ele foi! Ele quem disse para eu descobrir o que aconteceu e procurar ajuda.
Daisuke: -se aproxima do grupo, usando os goggles- Hah, aquele humano não foi páreo para o meu poder. Então eu o possuí, hahah.
V-mon: V-VOCÊ O QUE?! -espantado-
Sapphmon: Uh-oh...
Monodramon: Haha, "Daisuke no mínimo já o derrotou e está trazendo a cura pra Rubi.", né V-mon? -debochando-
V-mon: D-Daisuke... E-eu não acredito!
Sapphmon: Eu disse...
Ryo: Mas peraí... Aquela sombra vocês disseram que ela assumia a forma dos outros... E que não falava!
Monodramon: Bem lembrado, Ryo! Aí tem coisa!
Daisuke/V-mon/Sapphmon: ............. -gota-
Daisuke: Ô garoto, eu disse que eu possuí o corpo dele, ou não ouviu direito? -gota-
Ryo: Eh? Mas se você se transforma... Por que possuiu o Daisuke?
Daisuke: ...
V-mon: ...
Sapphmon: ...
Monodramon: É, melhora essa... -encarando-o-
Daisuke: Isso não é da sua conta.
Ryo: Hm... Estão você é o ser que tomou a forma da Geijutsushi e envenenou a Rubi?
Daisuke: -ri maléficamente- Sim.
Ryo: E qual foi sua razão pra fazer isso?
Monodramon: Tá ficando complicado, não é?? -estufa o peito- Ninguém aqui faz nós dois de bobos.
Daisuke: Cale-se, seu verme! Eu tenho minhas razões.
Ryo: E pode citar uma delas, por exemplo?
Sapphmon: -pensa: Ok, agora entendo por que o Daisuke disse que tudo tinha que ser bem pensado...-
Daisuke: E o que te faz pensar que um humano como você tem direito de tomar satisfações de um Digimon? -aponta pra Ryo, desafiando-o -
Ryo: Porque eu não vejo problema em dizer seus motivos. para ter envenenado a menina e ter possuído o corpo de um garoto você teria boas razões, não acha?
Daisuke: -pensa: Ok, Akiyama... você está pedindo para eu apelar, não é??-
Monodramon: Então, diga logo suas razões ou pare com esse teatrinho bo-- -Ryo o interrompe-
Ryo: Monodramon, não faz muito sentido ficar discutindo com um digimon que está em um corpo de humano. Eu quero saber o seu motivo para ter feito isso com meus amigos. -encara Daisuke, sério-
V-mon: EU QUERO SABER TAMBÉM!! O DAISUKE É MEU PARCEIRO, MEU AMIGO!! VOCÊ NÃO TEM DIREITO ALGUM DE POSSUIR O CORPO DELE!! -berra, nervoso-
Daisuke: -olha para V-mon, com desprezo- Tá irritadinho por causa disso, azulzinho? -olha pra Ryo e pro grupo, sorrindo maléficamente- Eu fiz isso porque não gosto de vocês, humanos. Vocês estão atrapalhando nossos planos para conquistar este mundo!
Ryo: Se é essa sua razão, então por que possuiu o Daisuke? Ele é um humano, sabia?
Monodramon: Haha, quero ver você sair dessa!
V-mon/Sapphmon: ............ -gota-
Daisuke: Claro que sei... Eu fiz isso pra mostrar que vocês, humanos, são fracos perante a nós, digimons. -pensa: Engole essa, Ryo...-
Ryo: Hmm... interessante... Então você possuiu o Daisuke com o propósito de mostrar que somos inferiores a vocês?
Daisuke: Isso.
V-mon: CHEGA, SAIA DO CORPO DO DAISUKE ANTES QUE EU-- -Prestes a partir pra cima. Ryo, Monodramon e Sapphmon o seguram-
Sapphmon: C-calma, V-mon!!
Monodramon: Eita, seu ex-parceiro tá ficando fora do controle! -gota-
Ryo: Calma, V-mon! Nós vamos salvá-lo desse digimon maligno, eu te prometo!
Daisuke: -sorri- Heheh... -pensa: V-mon também está caindo nisso?? Cara, como eu sou bom em atuação...-surpreso--
V-mon: ME SOLTEM!! EU NÃO AGUENTO MAIS OUVIR ESSE--
Ryo: CALMA, V-MON! Monodramon, volte com eles e ajude a Geijutsushi e Bunnymon a cuidar da garota. Eu irei acertar as contas com esse cara.
Monodramon: Tem certeza?
Daisuke: -pensa: Caramba, será que eu estou fazendo isso tão bem que estão achando que estou mesmo sendo possuído por um digimon maligno??-
Ryo: Tenho. -encara Daisuke, sério- Você não sabe com quem está lidando...
V-mon: -respira fundo, se acalma. Os três o soltam- Sapphmon, eu fico aqui com o Ryo. Leve o Monodramon até lá.
Sapphmon: Ok, V-mon. Tome cuidado. -sai voando, Monodramon a segue-
Daisuke: Hmpf... Vocês estão brincando... Ninguém é páreo para mim!
Ryo: ... É o que veremos -prestes a ir pra cima, porém V-mon o interrompe- Ahn?
V-mon: Ryo... Deixa comigo. Ele pegou o meu parceiro... E eu não gostei nada disso.
Ryo: V-mon... você tem certeza? Ele me parece um cara poderoso para você.
V-mon: Eu quero fazer isso pelo Daisuke. Então, por favor... Deixe que eu cuide disso!
Daisuke: -pensa: ... Estou com uma leve impressão que o V-mon acreditou nisso tudo e esqueceu que eu estou apenas atuando.....-
Ryo: ... -sorri para V-mon- Então vai lá, parceiro. Dê o melhor de si. Qualquer coisa eu entro na briga.
V-mon: -sorri de volta- Claro!
Daisuke: ... -pensa: Ah droga... O Ryo deixou as coisas chegarem nesse ponto... Não posso perder pra você, Akiyama!- Venha, azulzinho -se prepara- -pensa mais uma vez: TOMARA que o V-mon se lembre que isso é só uma atuação minha... -gota- -

Mas V-mon estava tão convencido que foi mesmo pra brigar pelo parceiro "possuído". Ele e Daisuke brigaram mesmo enquanto Ryo assistia, com uma sensação de que aquilo tudo estava MUITO estranho. Os dois parceiros se distanciam de Ryo. Daisuke tenta acalmar V-mon, que parece ter esquecido do plano.

Daisuke: -fala normalmente- V-mon, espe-espera!! Sou eu!!
V-mon: Você não vai me enganar, seu monstro!! -desfere um soco-
Daisuke: Caramba! -desvia do soco- Você esqueceu do plano?! Eu só estava atuando, não estou possuído!! -gota-
V-mon: -para- ... É mesmo?
Daisuke: ... Sério, você acreditou naquilo que eu disse? -olhando pra ele-
V-mon: Desculpe, Daisuke... sua atuação foi muito boa mesmo... Mas agora temos que continuar com isso ou o Ryo vai...
Daisuke: ... desconfiar. É, eu sei.

Ryo: -olhando ao longe, sem sequer ouvir o que eles estão falando- Ué... já acabaram?
V-mon: -empurra Daisuke, que cai na frente de Ryo- Você foi derrotado, seu...
Daisuke: -começa a fazer uma voz fraca- Argh, V-mon... ele... ele é muito forte!
V-mon: Daisuke?
Ryo: -olhando, se apóia em um joelho no chão e coloca a mão na cabeça de Daisuke- Olha, eu não quero usar a violência... melhor libertar o parceiro do meu amigo ali e dizer como se cura a menina... Ou vai apanhar mais.
Daisuke: -faz o tom semelhante ao do Digimon Kaiser oura vez - Ack... V-vocês venceram... Droga, perdi pra um digimon criança fracote... Graças a esse bendito humano que me impedia de atacá-lo. -finge que desmaia-
Ryo: Incrível, V-mon. Você conseguiu vencer um inimigo tão poderoso que possui até seres humanos.
V-mon: É que eu senti o espírito do Daisuke comigo, é como se estivéssemos lutando juntos contra ele.
Ryo: Sei...
V-mon: ... Acho que ele esqueceu de uma coisa...
Daisuke: -pensa: ................. Esqueci?-
Ryo: Ah sim, nosso inimigo que estava no corpo do Motomiya esqueceu de dizer como curar a Rubi.
V-mon: Ih, é mesmo!
Daisuke: -pensa: ............ Você. me. paga. Akiyama. -bravo--
Ryo: Espero que ele não tenha ido embora ainda... Sapphmon disse que ele era mudo.
V-mon: É, é! -cutuca Daisuke- Ei, digimon que possuiu o Daisuke... qual é a cura pra salvarmos a Rubi?
Daisuke: -olha pra V-mon discretamente, encarando-o-
Ryo: É uma pena! Parece que ele foi embora... agora teremos que achá-lo, pedir pra que assuma uma forma e escreva em um papel como vamos curar a parceira de Sapphmon!
V-mon: E agora? Como vamos encontrá-lo??
Daisuke: -pensando: V-mon, de quê lado você está?! Do meu ou do Ryo?!-
Ryo: Sei lá... Acorde seu parceiro e vamos. -se levanta, se vira de costas e dá alguns passos até que Daisuke o chama a atenção-
Daisuke: Ghn... -levanta a cabeça- E-eu esqueci de uma... coisa.
Ryo: -se vira, olha pra ele- Oh, sim. Não foi embora ainda, Sr. "Eu sou um digimon poderoso que possui humanos pra mostrar a eles como são inferiores..."
Daisuke: -pensa: ... Como que a Rubi foi gostar de um cara desses?!- O antídoto para o veneno é um beijo na garota envenenada. Agora eu vou embora.... MAS EU VOLTAREI, OUVIU? -finge que desmaia, mais uma vez-
Ryo: Um beijo?? Peraí, quem é que vai beijá-la?
V-mon: Eu não sei.
Daisuke: -levanta a cabeça mais uma vez- Tem que ser a pessoa que essa menina ama, caso contrário ela nunca será curada.
Ryo: .... Você ainda está aqui?
Daisuke: Estou, tem algum problema?
V-mon: -soca a cabeça dele- ENTÃO SAIA LOGO DO CORPO DO DAISUKE!!
Daisuke: OUTCH!! -pensa: V-mon........ você fez isso de propósito que eu sei!-Se você deixar, eu saio, ô criatura azulzinha mandona! -bufa-
V-mon: -soca ele de novo- Repete se for corajoso!!
Daisuke: AI!! -sussurra pra V-mon- Quer parar com isso??
Ryo: Ok... Então temos que dar um beijo na Rubi pra curá-la?
V-mon: É, vai indo na frente que eu acordo o Daisuke.
Ryo: Olha, não sei se é uma boa idéia... Aquele digimon maligno pode ter te enganado...
V-mon: ... É mesmo??
Daisuke: -se levanta, tira a capa e coloca os goggles na cabeça, volta a falar com o tom normal- O que aconteceu?? Eu só lembro de ter visto um vulto negro me atacando e mais nada...
Ryo: -olha pra Daisuke- Oh, acordou já, Daisuke? Engraçado... Podia jurar que você tinha dito, com uma voz enfraquecida que o digimon que estava te possuindo era forte demais...
Daisuke: Ahn? Do que está falando?
V-mon: ENTÃO-- -Daisuke tapa a boca de V-mon, e o encara-
Ryo: Vamos logo, aquele cara pode voltar... Não é, Daisuke?
Daisuke: Ahn...?
V-mon: -tira a mão do garoto de sua boca- Você foi possuído por um digimon do mal. Ele pode voltar... eu acho.
Daisuke: -pensa: Ryo, você me paga por tudo isso...- Ah, então... vamos sair daqui antes que ele volte.

Então, os meninos voltam para onde estava Nina e os outros. Ryo não parecia estar desconfiando de nada... Ou ele estava simplesmente brincando com o grupo?

Ryo: Ok, como as coisas estão, Monodramon?
Monodramon: Não apareceu nenhum inimigo por perto... E aí, resolveram o caso?
V-mon: Sim, e o Daisuke voltou ao normal.
Daisuke: -pensa: Ainda não acredito que o Ryo caiu nessa história toda... Ele deve ter alguma carta na manga...-
Ni: Ryo-chan, vocês pegaram a criatura que fez isso com minha amiga??
Ryo: Pegamos, e ela possuiu o Daisuke. Espero que seja ele e não o digimon do mal que subestimou o azulzinho. -aponta pra V-mon com o polegar-
Ni: ... -olha pra Daisuke, preocupada- N-nossa... Parece que você apanhou muito... -olhando para alguns ferimentos dele-
Daisuke: É, é... -sussurra pra ela- O feitiço virou contra o feiticeiro... Ryo me fez apelar e o V-mon acreditou em tudo e bateu pra valer, achando que eu estava sendo possuído mesmo -gota-
Ni: Ah...
Sapphmon: E-e qual é a cura?
Ryo: Um beijo da pessoa amada. Pelo menos foi o que o disseram -olha discretamente para Daisuke-
Daisuke: Nunca mais corro atrás de sombras suspeitas...
V-mon: Então, Ryo... beije a Rubi logo antes que seja tarde!
Ryo: Bem, mas se é que nem no conto de fadas... tá faltando muita coisa aqui, não?
Rubi: -fingindo, pensa: Ele vai enrolar tanto assim??-
Ni: Por favor, Ryo! Ela te ama tanto!! Faça algo!! Por mim!
Daisuke: ... -encara Ryo-
Ryo: Bem... Não posso resistir ao pedido de uma dama, não é, Daisuke?
Daisuke: ........ -quase perdendo a paciência, pensa: Você está me provocando desde que eu apareci "possuído"... Não é, Akiyama?!-
Bunnymon: Ryo-chan, por favor!! Faça isso logo!
Ryo: Está bem, eu faço. Mas por uma condição.
Dai/Ni/Bunnymon/V-mon/Sapphmon: Condição??
Ryo: Vocês parem de me enrolar com essa história boba... Sério, o que deu na cabeça de vocês? É algum tipo de pegadinha??
Todos, menos Monodramon: ENTÃO VOCÊ SABIA O TEMPO TODO?!
Ryo: Heh, vocês acham que eu sou bobo?
Daisuke: -bufa- ENTÃO VOCÊ FEZ AQUILO DE PROPÓSITO?! -Ni, V-mon e Bunnymon o seguram- ME DEIXEM PELO MENOS BATER UM POUCO NELE!!
Rubi: -levanta, suspira- Valeu pessoal pela ajuda... Mas não deu muito certo... -sigh- Agradeço por terem tentado... -se levanta, pega Sapphmon pela asa e saem andando-
Ryo: ...
Monodramon: Hah, essa história toda foi tão boba... E eles pensaram que podiam nos enganar, né, Ryo??
Ni: Tadinha da Rubi...
Daisuke: -olha pra Nina- Pelo menos tentamos ajudá-la..
V-mon/Bunnymon: É...
Monodramon: Ryo? -olha pra ele-
Ryo: Deixa eu ver se eu entendi direito o que aconteceu aqui... Vocês inventaram essa história toda não pra tirar uma comigo, mas sim pra ajudar a Rubi?
Ni/Daisuke: É.
Ni: A idéia foi minha, se quiser brigar com alguém, xingar... desconte em mim!
Daisuke: E eu ajudei também, eu quem inventei aquela história toda do digimon que transformava e que ele havia me controlado.
Bunnymon: Eu também ajudei... Eu que implorei pro V-mon nos ajudar...
V-mon: E eu quem sugeri que o Daisuke fingisse ser outra pessoa...
Monodramon: Deviam ter vergonha! Tentaram armar uma contra nós dois e... -olhando pra Ryo- Ryo?
Ryo: ... -sorri para os 4- Não há motivos para eu brigar com vocês... Só queriam ajudar uma amiga, não era essa a intenção? Se bem que isso me rendeu boas risadas...
Daisuke: -bufa- Isso porque não foi você quem apanhou de seu próprio parceiro -encara Ryo-
Ni: Então... O plano não funcionou... Não conseguimos ajudá-la... -sigh-
Monodramon: É, o plano falhou. Pena mesmo... Eu queria ter visto o Daisuke apanhando.
V-mon: EI!
Ryo: Agora licença, eu preciso fazer uma coisa antes de continuar meu caminho... -sai andando-
Monodramon: Hahah, V-mon... -balança a cabeça para os lados, dando os ombros- Você tem que aprender a brincar, sabia?
Bunnymon: E você tem que aprender a ficar quieto, Monodramon! -bufa-
Monodramon: Ah... Esquece, vai. -segue Ryo- Ryo!! Me espera!!
Ni: ... Fiquei curiosa... O Dai-chan fez uma atuação tão boa assim a ponto de você acreditar, V-mon??
V-mon: Sim... Eu fiquei com raiva dele -olhando pra Nina-
Daisuke: -faz o tom que usou anteriormente- Você duvida, Geijutsushi? -ri maléficamente-
Ni: ........... Daisuke?? -assustada-
Daisuke: Ah, eu só tava brincando, relaxa -ri-
V-mon: ELE VOLTOU!! -soca a cabeça de Daisuke- SAI, SAI, SAI!!
Daisuke: AAA-AAH, V-MON!! VOCÊ AINDA ACREDITA NAQUELA HISTÓRIA TODA QUE EU INVENTEI?! -gota-
Ni/Bunnymon: -começam a rir da cena-

Em outro canto...

Rubi: -sigh- Eles são bons amigos... grandes amigos... Me ajudaram... mesmo que o plano tenha falhado...
Sapphmon: Ah, Rubi... A gente tentou, né? Pelo menos foi meio divertido tramar toda aquela história e apostar que daria certo...
Rubi: É, é... -sigh-
- -se aproximando delas- EI, RUBI!! SAPPHMON!!
Sapphmon: Ahn? -se vira-
Rubi: Mas quem se-- -se vira- R-Ryo?!
Ryo: -para, sorri para elas- Desculpe... estraguei a sua "cena"... -ri-
Rubi: Se você sabia de tudo..... Por que continuou?
Ryo: Sabe... No começo achei meio ridículo a história do Daisuke... Ainda mais ele que parece gostar de outra pessoa... Mas depois resolvi seguir o plano de vocês e descobrir o verdadeiro motivo.
Sapphmon: E chegou a conclusão que não era uma pegadinha, não foi?
Ryo: É... Eles fizeram aquilo tudo por você... Para te ajudar. E no final das contas eu estraguei tudo...
Rubi: Estragou mesmo... Mas por que veio atrás de mim? Sem ofensas, claro.
Ryo: Eu gostei da atitude deles... Assim que você saiu, Nina confessou que ela teve a idéia e disse que se eu estivesse zangado era para acertar as contas com ela. Logo depois dessa declaração, Daisuke também admitiu ter ajudado, seguido de Bunnymon e V-mon. O plano de vocês pode ter parecido bobo mas... até fiquei impressionado com a criatividade de vocês. -ri.
Rubi: -corada- S-sério?? Mas eu não ajudei tanto... Eles quem merecem todo o crédito.
Sapphmon: É...
Ryo: Mas a estrela do show não era você, Rubi?
Rubi: ...
Monodramon: -depois de um tempo, alcança Ryo- Cara, não some mais... eu quase me perdi -gota-
Ryo: Estava pensando... Como estraguei a sua cena... tem alguma forma de compensá-la?
Rubi: .... E-eu...
Sapphmon: Eu acho que você devia dar uma chance a ela. Rubi gostava de outra pessoa, mas quando ela te conheceu... Ela ficou loucamente apaixonada por você.
Rubi: Sapph-- -Ryo a interrompe-
Ryo: Acho que não nos conhecemos direito... Por isso que aconteceu toda aquela confusão -ri-
Rubi: É... -olha para o chão, expressão de timidez- E-eu sou... Rubi Azure... Moro em Nova York e venho visitar a Ni-chan nas férias...
Ryo: Prazer... Ryo Akiyama. Também conhecido como Lendário Domador -sorri, estende a mão-
Sapphmon: No final das contas... deu tudo certo, não acha?
Rubi: -olha a mão de Ryo- P-prazer... -dá um aperto de mão, olha pra Ryo, corada-
Monodramon: Ei, ei... Vai mesmo dar atenção pra essa garota mi-- Sapphmon tapa a boca dele-
Sapphmon: Ela não é mimada! Ela é uma menina apaixonada, ok?? E assim como a Ni-chan, ela também tem o direito de ter mais uma chance para corrigir os seus erros.
Monodramon: -tira a asa de Sapphmon da boca- Ok, ok... ela não é mimada... -gota-


E assim... O dia que parecia ter começado ruim para Rubi...
Acabou se tornando o melhor dia de sua vida.

--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Qualquer erro de ortografia ou gramática, avisem >.<;;
Ver o tópico anteriorVoltar ao TopoVer o tópico seguinte
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum